<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37236969\x26blogName\x3dencontros+e+(des)encontros...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://historiasdeencontrosedesencontros.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://historiasdeencontrosedesencontros.blogspot.com/\x26vt\x3d-8961033730118626218', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

encontros e (des)encontros...

numa vida em que "as memórias são como livros escondidos no pó e as lembranças sorrisos que queremos rever devagar"...

 

um destes dias tenho de voltar a escrever... ando longe, bem longe daqui...

 
 

será?

A maior cobardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter intenção de amá-la.

Bob Marley

 
 

fora do mundo...

é assim que me tenho sentido nos últimos tempos
sempre disse que quando as pessoas querem muito encontram tempo para as mil coisas que têm vontade de fazer e sobretudo para as pessoas com quem querem estar.
mas nem sempre é fácil... é verdade que também não gosto de coisas fáceis, mas tem sido realmente complicado. e claro que começo a sentir tristeza, frustração, confusão e medo de ter perdido aquelas coisas que não quero perder porque sinto que também fazem parte de quem sou...
e sinto-me fora do mundo, do "meu mundo"...

 
 

ando com tanta vontade de voltar a escrever... sobretudo depois do fim-de-semana...
entretanto deixo uma coisa que uma amiga encontrou e partilhou comigo.
para alguns fará sentido...

"estamos a vida toda à espera do momento em que nos vamos apaixonar…e quando isso acontece - bum! - temos saudades do tempo em que tínhamos controlo sobre tudo. E em que não nos sentíamos como gelatina 90% do tempo."

 
 

um amigo hoje fez-me entrar aqui... e apeteceu-me dizer que sinto a vossa falta.
tenho saudades de alguns amigos...

 
 

sons da semana que passou...

 
 

sons que recordo...

 
 

sons que partilhamos a cantar...